AutorMylle Silva

Mylle Silva é escritora, roteirista e professora de Escrita Criativa. Graduou-se em Comunicação Social pela PUCPR e dedica-se à escrita desde que se conhece por gente. Publicou o livro de contos A Sala de Banho (2014) e é roteirista das histórias em quadrinhos A Samurai (2015), A Samurai: Yorimichi (2016) e A Samurai: Primeira Batalha (2017).

Motivos para escrever: defina os seus e liberte suas ideias

M

Mesmo nutridos pelo desejo e plenos de determinação, a preguiça de sentar-se e começar a produzir sempre nos acomete. É muito mais fácil viajar dentro da mente, criar mundos fantásticos em sonhos e viver a fruição da imaginação primeira, não acha? Mas, verdade seja dita: o texto só nascerá se você o escrever. Sempre questionei a utilidade da escrita. O tempo investido, o trabalho, a pesquisa...

Escrever e desapegar: uma prática que nos livra dos vícios da escrita

E

Você decidiu começar a jornada como escritor e está trilhando o seu caminho no mundo das palavras. Ótimo, louvável. Mas o que fazer com aquele texto que não ficou tão bom quanto o imaginado? Será que tem jeito?
Talvez tenha chegado a hora de ver sua escrita de uma forma mais zen. Já que estamos lidando com um aprendizado contínuo, a lição de hoje é valiosa: às vezes é preciso escrever e desapegar.

6 passos simples para escrever bem e lapidar o texto

6

Escrever é uma maratona. Entretanto, para escrever bem, é preciso muito mais do que correr os dedos pelo teclado ou sujar as mãos de tinta diariamente. Ler, reler, descansar, reescrever, revisar e editar também são tarefas que um bom escritor deve desenvolver para lapidar o texto. Nesse artigo, farei um passo a passo infalível para você organizar seu processo criativo e começar a produzir textos...

Escrever todos os dias: um exercício de disciplina e dedicação

E

Como uma afirmação direta e simples pode ser tão amedrontadora? Escrever todos os dias, um mantra às avessas que separa escritores profissionais de amadores. Quem executa a prática, diz que ela é infalível, mas há quem duvide da obrigatoriedade da escrita diária. Para alguns inspiração, banalização do ato da escrita e autocrítica norteiam o argumento. Eu mesma pensei assim durante anos. Mas...

Mylle Silva

Mylle Silva é escritora, roteirista e professora de Escrita Criativa. Graduou-se em Comunicação Social pela PUCPR e dedica-se à escrita desde que se conhece por gente. Publicou o livro de contos A Sala de Banho (2014) e é roteirista das histórias em quadrinhos A Samurai (2015), A Samurai: Yorimichi (2016) e A Samurai: Primeira Batalha (2017).