CategoriaEnsaios

Por que você deveria pensar duas vezes antes de largar tudo para ser escritor

P

Há sempre uma pulga atrás da orelha da escrita; algo que fazemos ou deixamos de fazer. O incomodo em mim que originou esse ensaio foi o fato de ainda não ter reunido contos suficientes para o meu próximo livro. A pergunta martelando na minha cabeça foi como pude me iludir tanto? Escrever todos os dias é ótimo, mas ficar fazendo só isso sem objetivo é como ter um pomar e não saborear os frutos. Eu...

Querida Literatura: uma carta-manifesto declarando meu amor à literatura

Q

Querida Literatura, Quero escrever-te uma carta e até desconheço a razão pela qual tal desejo não me ocorrera antes, já que com você vivo uma das relações mais duradouras da minha vida. Em sua companhia aprendi quase tudo que sei. Aliás, companhia é um sinônimo seu. Os primeiros anos Confesso, um pouco envergonhada, que não sei ao certo como nossa amizade começou. Lembro-me bem, no entanto, da...

Escrevendo sobre os tempos atuais: por uma ficção mais política e menos panfletária

E

“O assunto dos seus textos vai ser determinado pelo tempo em que ele [o escritor] vive – pelo menos isto é verdade em tempos tumultuosos e revolucionários como são aqueles atuais”. – George Orwell, Why I Write Sentar, imaginar uma história, escrever, publicar, ser lido. Questões que se interdependem no processo criativo. Dentro todas as questões, sem dúvida a que mais intriga o...

Mylle Silva

Mylle Silva é escritora, roteirista e professora de Escrita Criativa. Graduou-se em Comunicação Social pela PUCPR e dedica-se à escrita desde que se conhece por gente. Publicou o livro de contos A Sala de Banho (2014) e é roteirista das histórias em quadrinhos A Samurai (2015), A Samurai: Yorimichi (2016) e A Samurai: Primeira Batalha (2017).